top of page

Síndrome pós-COVID?

Autoras:

Adaís dos Santos de Albuquerque

Carolina Nascimento Alexandrino Brito

Cauane Góis de Abreu

Alice Miranda de Oliveira


Introdução

A Síndrome Pós-COVID, também conhecida como COVID prolongada ou COVID persistente, é um conjunto de sintomas que afetam pessoas na fase de recuperação da COVID-19. Os indivíduos acometidos continuam a experimentar sintomas que persistem por mais de três meses mesmo após o quadro de infecção viral. Esses sintomas podem incluir fadiga persistente, dor de cabeça, falta de ar, dor muscular e articular, distúrbios do sono, dificuldade de concentração e memória, depressão, ansiedade e outras alterações cognitivas. Como observado na figura 1 a síndrome pode envolver todos os sistemas corporais, sendo mais comum o cardiovascular, respiratório e musculoesquelético, causando um impacto significativo na qualidade de vida dessas pessoas [1].


A causa exata da Síndrome Pós-COVID ainda é desconhecida, mas acredita-se que possa estar relacionada à resposta imunológica do corpo à infecção, inflamação persistente ou danos nos órgãos causados pela doença [2]. A gravidade e a duração dos sintomas variam de pessoa para pessoa e não há um tratamento específico para a Síndrome Pós-COVID, mas a gestão dos sintomas pode incluir tratamento farmacológico, reabilitação física e apoio psicológico.



Fonte: Betty Raman et al, 2022

Fatores de risco para desenvolvimento da síndrome pós-Covid

  • Gravidade da infecção por Covid

  • Necessidade de apoio ventilatório na fase aguda

  • Idade maior que 50 anos

  • Sexo feminino

  • Histórico de asma ou doença respiratória

  • Obesidade

Reabilitação cardiovascular na síndrome pós-COVID-19 Os principais sintomas apresentados no início do texto impactam diretamente no dia a dia dos indivíduos acometidos, pois limitam a realização de atividades de vida diária, atividades laborais e lazer. A reabilitação cardiovascular possui um papel importante na recuperação destes pacientes, pois os benefícios proporcionados incluem: redução de sintomas, como dispneia (sensação de falta de ar), fadiga, dor muscular e articular, melhora da funcionalidade e qualidade de vida.


Sabe-se que a prática de exercício físico além de gerar aumento de força e resistência muscular, melhora também a função cardiovascular, respiratória e cognitiva. Durante a realização do exercício físico, seja cíclico ou resistido, ocorre aumento da oxigenação cerebral, estimulando a liberação de serotonina que é responsável pela sensação de prazer e bem-estar, com consequente diminuição da ansiedade e depressão. Além disso, o aumento do trabalho cardíaco promove adaptações moleculares que melhoram o desempenho do coração, dentre eles, o aumento do tamanho e número das mitocôndrias que são as usinas geradoras de energia. O aumento do trabalho respiratório também promove melhor desempenho dos músculos ventilatórios. Em conjunto, esses benefícios são essenciais para uma recuperação mais efetiva da Síndrome Pós-Covid [3].


No entanto, é imprescindível salientar que tais benefícios são resultados de uma prescrição adequada, que necessariamente é elaborada por profissionais capacitados e habilitados. A realização de exercícios sem uma orientação adequada pode até piorar o quadro clínico de pacientes no Pós-Covid ou com Síndrome Pós-Covid. Estudos com essa população tem demostrado inclusive, que não somente o trabalho prescrito por profissionais capacitados, como também, a supervisão que esses profissionais realizam com os pacientes durante a sessão de exercício, são pontos fundamentais para uma reabilitação eficiente e segura [3].

Referências:

[1] Carod-Artal FJ. Post-COVID-19 syndrome: epidemiology, diagnostic criteria and pathogenic mechanisms involved. Rev Neurol. 2021 Jun 1;72(11):384-396. English, Spanish. doi: 10.33588/rn.7211.2021230. PMID: 34042167.

[2] Raman B, Bluemke DA, Lüscher TF, Neubauer S. Long COVID: post-acute sequelae of COVID-19 with a cardiovascular focus. Eur Heart J. 2022 Mar 14;43(11):1157-1172. doi: 10.1093/eurheartj/ehac031. PMID: 35176758; PMCID: PMC8903393.

[3] Jimeno-Almazán A, Pallarés JG, Buendía-Romero Á, Martínez-Cava A, Franco-López F, Sánchez-Alcaraz Martínez BJ, Bernal-Morel E, Courel-Ibáñez J. Post-COVID-19 Syndrome and the Potential Benefits of Exercise. Int J Environ Res Public Health. 2021 May 17;18(10):5329. doi: 10.3390/ijerph18105329. PMID: 34067776; PMCID: PMC8156194.

89 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 comentario


Tema extremamente relevante nesse período pós Covid que estamos vivendo.

Me gusta
bottom of page