top of page

Insuficiência Cardíaca: causas, sintomas e tratamentos

Giulia Aragão, Ícaro David e Marvyn Santana.



A insuficiência cardíaca é uma condição clínica séria, que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, a prevalência é de aproximadamente 2 milhões de pacientes, e sua incidência é de aproximadamente 240.000 novos casos por ano. Embora o diagnóstico possa assustar, a compreensão dessa condição é fundamental para gerenciar e melhorar a qualidade de vida.


Sintomas da Insuficiência Cardíaca:

A insuficiência cardíaca ocorre quando o coração não consegue bombear sangue suficiente para atender às necessidades do corpo.


Alguns dos sintomas mais comuns incluem:

● Fadiga e fraqueza persistente

● Pulso irregular ou rápido

● Palpitações

● Náuseas e vômitos

● Falta de ar

● Inchaço nas pernas, tornozelos e pés

● Tosse persistente

● Dificuldade para dormir


É importante estar atento a esses sinais e procurar ajuda profissional caso eles se manifestem.

Causas da Insuficiência Cardíaca:

A insuficiência cardíaca pode ser desencadeada por uma série de condições como:

  • Hipertensão arterial

  • Doença arterial coronariana

  • Infarto agudo do miocárdio

  • Valvopatias ( problemas nas válvulas cardíacas)


Além disso, certos fatores de risco, como obesidade, diabetes, tabagismo e histórico familiar de doenças cardíacas, podem aumentar as chances de desenvolver insuficiência cardíaca. Em outra vertente a insuficiência cardíaca pode ser ocasionada pela exposição ao tratamento farmacológico, como na quimioterapia.


Tratamentos para a Insuficiência Cardíaca:


Embora a insuficiência cardíaca seja uma condição crônica, existem várias opções de tratamento disponíveis para ajudar os pacientes a gerenciar seus sintomas e melhorar a qualidade de vida.


Terapia Farmacológica - O tratamento farmacológico desempenha um papel fundamental no manejo da insuficiência cardíaca. Além de aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida dos pacientes, esses medicamentos retardam a progressão da doença, reduzem o risco de complicações e aumentam a sobrevida. É essencial que o tratamento seja prescrito e acompanhado por um profissional de saúde especializado, nesse caso um cardiologista.


Reabilitação Cardiovascular – Um programa estruturado de reabilitação cardiovascular centrado no exercício físico desempenha um papel significativo no tratamento da insuficiência cardíaca, melhorando a capacidade funcional, reduzindo os sintomas, otimizando o tratamento farmacológico e prevenindo complicações. É uma abordagem integrada que trabalha em conjunto com outros profissionais de saúde para melhorar a qualidade de vida dos pacientes com insuficiência cardíaca.


Transplante Cardíaco - Na fase avançada da doença o transplante cardíaco é a única forma de tratamento capaz de restaurar as funções hemodinâmicas, melhorar a qualidade de vida e a sobrevida. Todavia, ao lado das vantagens oferecidas pelo transplante existem limitações importantes, como a carência de doadores.

Além disso, mudanças no estilo de vida, como adotar uma dieta saudável e equilibrada, fazer exercícios físicos regularmente, evitar o tabagismo e controlar condições médicas subjacentes, são fundamentais para controlar a insuficiência cardíaca.

É importante ressaltar que cada caso é único, e o tratamento deve ser personalizado de acordo com as necessidades de cada paciente.


A insuficiência cardíaca é uma condição clínica complexa, mas com o diagnóstico precoce, um plano de tratamento adequado e a adesão a um estilo de vida saudável, é possível levar uma vida plena e satisfatória. Se você apresenta sintomas de insuficiência cardíaca ou tem preocupações com a saúde do seu coração, é fundamental buscar orientação profissional. Nunca subestime os sinais do seu corpo e cuide do seu coração, pois ele é o motor que impulsiona sua vida.


Referências

Rohde LEP, Montera MW, Bocchi EA, Clausell NO, Albuquerque DC, Rassi S, Colafranceschi AS, et al. Diretriz Brasileira de Insuficiência Cardíaca Crônica e Aguda. Arq. Bras. Cardiol. 2018;111(3):436-59.


Carvalho T, Milani M, Ferraz AS, Silveira AD, Herdy AH, Hossri CAC, Silva CGS, et al. Diretriz Brasileira de Reabilitação Cardiovascular – 2020. Arq. Bras. Cardiol. 2020;114(5):943-87.

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page